sexta-feira, 27 de agosto de 2010

traçado de um rio

o que leio
(com era crescida na retina)
nas linhas da tua mão
é saudade de um amanhã




*hera.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

amig@s

aquilo que queria dizer.

Tecnologia do Blogger.