segunda-feira, 24 de junho de 2013

bilhete de viagens

minha querida amiga

sinto. que nada estou a dizer.

e que não adianta marejar as palavras de sentidos.
e o mel escorre dos meus lábios.
e meu sorriso jamais poderá ser transcrito em uma linha.
há uma alegria de olhar a cor do mel.
 
a leveza impregnada em cada compasso.
...
guarda a ausência que o mel me traz

com afeto

d.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

amig@s

aquilo que queria dizer.

Tecnologia do Blogger.